Dot.lib

Fonte: iStock Fonte: iStock
5 motivos do artigo ser rejeitado por uma revista científica
  • Artigo
  • Dotlib
  • 07/11/2019
  • artigo, revisaoporpares, revista científica

Dados do Research in Brazil, relatório da Clarivate para a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), período de 2011 - 2016, revelam que o Brasil é o 13º maior produtor de publicações científicas em nível mundial e seus resultados de pesquisa crescem anualmente. No estudo consta ainda que o impacto da citação no país aumentou de 0,73 em 2011 para 0,86 em 2016, sendo um crescimento de 18%. Se essa tendência atual permanecer, em 2021, atingirá a média global de 1,0.

No âmbito científico a publicação de um artigo em um periódico é de total relevância para o pesquisador conquistar reconhecimento, além da oportunidade de compartilhar uma descoberta ou uma nova técnica. A divulgação em revistas científicas com alto fator de impacto é mais um requisito que deve ser considerado para conquistar ainda mais notoriedade no mercado. Então, é fundamental escrever um artigo científico de qualidade e escolher a revista ideal para publicação.

O processo mais utilizado para avaliação de um manuscrito a ser submetido a uma revista científica é denominado revisão por pares. Nesta análise, o conteúdo pode ser aceito, aceito com alterações ou rejeitado. Mas como evitar que o seu artigo seja reprovado? Neste post, relacionamos os principais fatores pelos quais os conteúdos enviados têm sido avaliados negativamente, às vezes, antes mesmo de passar pela revisão. Veja:

1 - Falta de originalidade

Para publicação de um artigo científico é fundamental que o pesquisador tenha um conteúdo inovador, ou seja, original. Uma característica para identificar essa originalidade é conter algo de novo em relação aos trabalhos anteriores como: interpretação, metodologia, método, hipótese, resultado, teste, objetivos, entre outros. 

Os conteúdos com resultados previsíveis não são relevantes para as revistas, que geralmente têm como norma a originalidade. Dessa forma, reprovam o manuscrito que já foi apresentado em um evento em outro formato como tese ou dissertação. No entanto, caso já tenha sido exposto em algum evento é importante que essa informação conste no trabalho para que o editor analise se envia ou não para análise.

Dica: Faça uma pesquisa vasta sobre o tema e tente responder às perguntas abaixo, pois te ajudarão a definir melhor qual é o objetivo do estudo.

- Por que escolheu essa temática para pesquisa?
- Qual é a importância para ciência?
- Qual seria o interesse do público pelo seu artigo científico?

Assim:

Apresente uma nova abordagem e faça a diferença com a sua contribuição científica. Dessa forma, irá evitar que o seu conteúdo seja rejeitado.

2 - Problema na redação do conteúdo

Neste momento, é avaliada a qualidade do seu texto e observada a forma através da qual o autor transmite a mensagem. Artigos sem objetividade, clareza, concisão ou imparcialidade das informações não são aprovados.

"Um artigo científico exige que o autor expresse o que sabe sobre o tema, utilize a língua vernácula de maneira precisa e exponha as ideias de maneira simples e com palavras que não sejam rebuscadas. Deve-se usar a linguagem padrão (por exemplo: homem) e não a expressão coloquial (por exemplo: camarada) e nunca gíria (por exemplo: cara, careta). Atenção especial ao uso, ou não, do jargão (termos técnicos), pois influencia a compreensão do leitor do periódico em que irá publicar [...]”

Fonte: SECAF. Victoria. Artigo científico: do desafio à conquista. 3. ed. São Paulo: Green Florest do Brasil, 2004.


Dica:
antes de enviar o seu conteúdo, faça a revisão minuciosa para evitar erros de gramáticas ou de grafia.

3 - Submeter o artigo ao periódico incorreto

Cada periódico possui suas diretrizes, campos de atuação e a sua linha editorial. Então, selecionar a revista específica de acordo com o assunto abordado é essencial para evitar uma rejeição antes mesmo do artigo ser submetido a revisão por pares. Faça uma pesquisa com antecedência das revistas específicas que abordem a sua pesquisa.

Atualmente, existem ferramentas que ajudam a encontrar periódicos mais adequados para publicação de artigos científicos, como:

- Text Analyzer - JSTOR
- Edanz Journal Selector
- Open Access Journal Finder powered by Enago

4 - Conteúdo com formato incorreto

É importante conhecer as diretrizes e a política editorial da revista escolhida de forma detalhada. Assim, enviar o conteúdo de acordo com as normas do periódico em seu formato, tamanho e estilo. Por exemplo, referências bibliográficas fora do padrão, citações incorretas, desatualizadas e a falta da fonte comprometem a sua aprovação. 

5 - Questões relacionadas a ética

Neste quesito é avaliada a conduta ética do autor. Quais foram os fatos revelados após a investigação? Essa pergunta que vai nortear o seu artigo para que seja descrito de acordo com os resultados apresentados. Assim, deve-se escrever de forma imparcial e isenta diante do tema abordado.

Outro aspecto importante em um artigo são as citações. A busca por artigos publicados é importante, porém é obrigatório que os autores citem a fonte. A omissão de um estudo compromete a qualidade do artigo e a citação textual sem a fonte configura-se como plágio.

O manuscrito enviado é de responsabilidade do autor. Logo, faça as revisões e as referências necessárias para ter um conteúdo consistente e que agregue valor a comunidade acadêmicas.  

Evite a reprovação

Quando um artigo é recusado surge também a oportunidade de aprimorar e adequar aos padrões exigidos para conquistar a esperada aprovação. Agora, que você já conhece alguns dos motivos dos artigos não serem aceitos para publicação, aproveite essas dicas e coloque em prática.

Lembre-se: o tema abordado precisa ser algo que possa ser significativo para ciência de forma global e para o público do periódico escolhido. Então, desenvolver um artigo científico de qualidade e consistente é uma forma de garantir a originalidade da pesquisa científica. 

Dot.Lib
Dot.Lib

A Dot.Lib distribui conteúdo online científico e acadêmico a centenas de instituições espalhadas pela América Latina. Temos como parceiras algumas das principais editoras científicas nacionais e internacionais. Além de prover conteúdo, criamos soluções que atendem às necessidades de nossos clientes e editoras.

Quer conhecer o nosso conteúdo?

Podemos lhe oferecer trials (períodos de acesso de teste gratuitos) dos conteúdos de nossas editoras parceiras. Se você tem interesse em conhecer alguma de nossas publicações ou soluções de pesquisa, preencha o formulário ao lado.

Informe os dados abaixo.
Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza a Dot.Lib a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.