Dot.lib

Fonte: iStock Fonte: iStock
4 áreas promissoras de atuação do bibliotecário
  • Artigo
  • Ciências da Saúde, Ciências Humanas
  • 14/08/2020
  • área da saúde, bibliotecário, tecnologia da informação, cultura e lazer, normalização bibliográfica

A imagem do bibliotecário, geralmente, é associada a cuidar de acervos e atuar nas tradicionais bibliotecas. Porém, com as novas tecnologias da informação e comunicação, inicia-se um processo de mudança no perfil desse profissional e a necessidade de uma formação especializada e técnica na área. Dessa forma, amplia-se também a sua atuação no mercado de trabalho, não se limitando apenas às bibliotecas físicas.

De acordo com o Conselho Brasileiro de Ocupações (CBO), os bibliotecários “Disponibilizam informação em qualquer suporte; gerenciam unidades como bibliotecas, centros de documentação, centros de informação e correlatos, além de redes e sistemas de informação. Tratam tecnicamente e desenvolvem recursos informacionais; disseminam informação com o objetivo de facilitar o acesso e geração do conhecimento; desenvolvem estudos e pesquisas; realizam difusão cultural; desenvolvem ações educativas. Podem prestar serviços de assessoria e consultoria.”

Como são profissionais que trabalham com o gerenciamento da informação, é possível encontrar oportunidades em diferentes espaços que necessitam de acesso a dados de forma rápida, organizada e com segurança. A seguir, conheça 5 ambientes de trabalho promissores em que o bibliotecário contemporâneo pode exercer as suas atividades. 

1 - Tecnologia da Informação

Com as novas tecnologias e a crescente informatização dos espaços de trabalho, o bibliotecário também é impactado com essas mudanças. Por exemplo, as informações que antes eram acessadas a partir de documentos físicos, hoje, começam a ser registradas em ambiente digital.

A atuação nas bibliotecas virtuais é mais uma opção para esses profissionais, por isso é importante conhecer as novas tecnologias de automação. Através de plataformas on-line, uma tendência na área educacional e no ensino superior, é possível disponibilizar livros para os usuários de forma mais rápida, bem intuitiva, podendo ser acessado em qualquer dispositivo e em qualquer lugar e horário. As bibliotecas digitais unem o conhecimento disponível nos acervos físicos à praticidade proporcionada na Internet.

Neste contexto, este profissional precisa se manter atualizado, realizar capacitações e conhecer softwares para buscar por fontes seguras. Os bibliotecários podem trabalhar ainda em soluções tecnológicas para aperfeiçoar os processos nas bibliotecas ou empresas - com a organização de um arquivo digitalizado -, no desenvolvimento de plataformas e na curadoria de conteúdo. 

2 - Normalização Bibliográfica 



Uma tendência dos profissionais de biblioteconomia na contemporaneidade é o seu exercício no ramo da Normalização Bibliográfica. A atividade normativa, geralmente realizada em trabalhos acadêmicos, consiste no uso de normas para padronizar as referências dos documentos. Além disso, ela garante a veracidade e a segurança das informações, protege os direitos autorais e melhora a circulação de informações nas diversas fontes de informação.


Os resultados obtidos a partir do estudo Atuação profissional na Normalização Bibliográfica: um campo promissor para o bibliotecário” constatou que a prática da normalização bibliográfica pode constituir, na atualidade, um segmento de mercado inovador e promissor para o bibliotecário.

3 - Área da Saúde



Na era da informação, os profissionais de saúde também necessitam de conteúdos relevantes e de forma rápida a partir de fontes confiáveis. Na literatura nacional e internacional existem três variações do perfil do bibliotecário e sua atuação na área da saúde: o bibliotecário clínico, o bibliotecário médico e o informacionista.

Bibliotecário Clínico: ele atua em conjunto com as equipes médicas e oferece suporte na seleção dos dados mais precisos para a tomada de decisão. Ele é treinado para participar das rondas médicas, extrair informações e evidências robustas para análise mais específica sobre uma pesquisa especializada. Para mais informações sobre o perfil desse profissional, leia o artigo “O bibliotecário clínico e sua atuação na área da saúde”.

Bibliotecário Médico: o profissional que desempenha as suas funções nas instituições de ensino (Bibliotecas universitárias em Ciências da Saúde ou hospitais), porém não integra as equipes médicas. Ele busca em diferentes meios de comunicação especializada, bases de dados, para colaborar com o diagnóstico preciso sobre a situação apresentada pelo paciente.

Informacionista: é responsável por atuar como o mediador entre as equipes clínicas e a informação especializada, buscando dados atualizados e as melhores evidências científicas a serem tratadas pelo corpo clínico. Dessa forma, é caracterizado como o profissional que analisa os dados de forma a encontrar informações necessárias e precisas de acordo cada caso. 

4 -  Cultura e Lazer



O bibliotecário pode atuar como um agente cultural, oferecendo suporte para desenvolver ações que estimulem a criatividade do indivíduo a partir da reflexão dos mais diversos aspectos culturais. Essas ações podem ser realizadas dentro das bibliotecas ou em outras instituições. 

É importante que o profissional esteja atento à multiplicidade cultural para que as atividades desenvolvidas possam atender o público de maneira mais ampla, sem exclusão. 

Ainda neste ambiente de cultura e lazer, é possível trabalhar em galerias e museus de arte; em centros de cultura e lazer, trazendo informações, desenvolver as promoções culturais; atuar em agências de turismo, com informações turísticas locais, nacionais e internacionais e com pesquisa de mercado. 

A importância do aperfeiçoamento profissional

Nos dias atuais, os espaços de trabalho para a atuação do bibliotecário estão cada vez mais diversificados, não se limitando às bibliotecas. Por isso, eles enfrentam o desafio constante de obter novas especializações para se manterem atrativos no mercado de trabalho.

É importante que após a conclusão do curso de biblioteconomia, o profissional dê continuidade aos cursos e treinamentos para o aperfeiçoamento de seus conhecimentos, e poder se adaptar às principais tendências exigidas no mercado. Desta forma, esse profissional da informação pode ser inserido em diversos ambientes e exercer suas atividades de organização, recuperação de informações, divulgação, curadoria, oferecendo suporte as mais diversas áreas de conhecimento.

Leia também: “5 cursos on-line e gratuitos na área de biblioteconomia”

Dot.Lib
Dot.Lib

A Dot.Lib distribui conteúdo online científico e acadêmico a centenas de instituições espalhadas pela América Latina. Temos como parceiras algumas das principais editoras científicas nacionais e internacionais. Além de prover conteúdo, criamos soluções que atendem às necessidades de nossos clientes e editoras.

Quer conhecer o nosso conteúdo?

Podemos lhe oferecer trials (períodos de acesso de teste gratuitos) dos conteúdos de nossas editoras parceiras. Se você tem interesse em conhecer alguma de nossas publicações ou soluções de pesquisa, preencha o formulário ao lado.

Informe os dados abaixo.
Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza a Dot.Lib a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.