Dot.lib

Fonte: iStock Fonte: iStock
Raio X: a descoberta que revolucionou a história da medicina
  • Artigo
  • Ciências da Saúde, COVID-19
  • 11/09/2020
  • Radiologia, raio X, Wilhelm Conrad Rontgen

A radiologia é a especialidade da medicina que estuda órgãos ou estruturas do corpo humano através do uso de radiações, gerando desta forma uma imagem. Ela é usada como um exame complementar de diagnóstico ou como método de intervenção terapêutica. O médico que atua nesta área é chamado de radiologista, que após formado em medicina, ainda realiza residência médica nesta área com duração de 3 a 6 anos.

As imagens geradas a partir das radiações permitem aos médicos uma visualização dos ossos, órgãos e estruturas de uma forma mais rápida para obter diagnósticos mais precisos. Mas quando e quem foi o grande autor desse feito? No post de hoje, você vai conhecer a origem do raio X, o seu criador e a sua importância na área da saúde. Até hoje, a técnica é considerada uma das grandes descobertas que mudou a história da medicina. 

Origem do raio X


Pela descoberta dos radios X, Wilhelm Rontgen recebeu seu primeiro Nobel de Física, em 1901.
(Fonte: Reprodução Internet)

O raio X é um tipo de radiação eletromagnética — uma junção de campo magnético com campo elétrico que se propaga no vácuo transportando energia. Sua descoberta, realizada pelo físico alemão Wilhelm Conrad Rontgen, foi assim chamada devido o desconhecimento na época do que realmente se tratava, sendo o “X” a incógnita da matemática. 

Em  8 de novembro de 1895, durante um estudo da luminescência por raios catódicos em Tubo de Crookes, ele percebeu que havia um brilho projetado na placa fosforescente e mesmo colocando uma folha de alumínio entre a placa e o tubo, o brilho permanecia.

Diante dessa evidência, fez o seu primeiro experimento com a ajuda da sua esposa Anna Bertha Roentgen. O cientista pediu que ela colocasse a mão sobre uma filme fotográfico. Após 6 minutos de funcionamento do aparelho, a chapa mostrou a figura dos  ossos da mão esquerda de Bertha e seus ossos dentro das partes moles densas, bem como sua aliança. 

Esse experimento possibilitou que Rontgen verificasse que materiais de baixa intensidade, como é o caso dos músculos, são atravessados pelos raios X. Já os materiais com uma intensidade alta, como os ossos e a aliança, absorvem os raios. Essa imagem confirmou as suas observações e é considerada a primeira radiografia da história.

Rontgen redigiu o artigo com as observações de sua descoberta, sendo publicado em dezembro de 1895, com o título  “EINE NEURE ART VON STRAHLEN” (Sobre uma nova espécie de Raios, em português). Por esse trabalho, o físico alemão foi laureado com o Prêmio Nobel de Física, em 1901

Na época, começo do século XX, esse método revolucionou a medicina já que possibilitou a emissão de diagnósticos de diversas patologias em menos tempo e com mais precisão. Com mais de 100 anos de existência, a radiação ionizante utilizada nos equipamentos de raio X originou outros aparelhos, como a tomografia computadorizada, raio-x digital, ressonância magnética e a mamografia.

Qual é a sua importância para medicina diagnóstica?


Os raios X revolucionaram a história da medicina. (Fonte: iStock)

Na medicina, ter uma visão do “interior” do corpo humano se tornou uma necessidade tanto para os médicos quanto para pacientes. O diagnóstico por imagem permite ao profissional de saúde obter informações mais precisas e detalhadas, para indicar o melhor tratamento para determinada patologia. A técnica ainda é menos invasiva, uma vez que é possível detectar e dimensionar fraturas em ossos, lesões musculares, doenças neurológicas, tumores, entres outras.  

Radiologia e a COVID-19


Médicos estão utilizando radiologias de tórax para detectar a COVID-19. (Fonte: iStock)

Na atual pandemia do novo coronavírus, o exame de imagem tem sido um aliado para o diagnóstico da COVID-19.

• Um artigo publicado no periódico Radiology, da editora Radiological Society of North America (RSNA), apontou que realizar radiografias de tórax em adultos diagnosticados com COVID-19 na emergência pode auxiliar os médicos a prever quem tem mais riscos de desenvolver complicações graves da doença.

Esse estudo, considerado o primeiro a abordar esse assunto, foi realizado por profissionais do Hospital Mount Sinai, nos Estados Unidos. Os pesquisadores  analisaram a radiografia de tórax de cada paciente para examinar os padrões de infecção pelo novo coronavírus nos pulmões, observando as marcas brancas circulares associadas a doença e onde elas se localizavam.

• A RSNA ainda disponibiliza uma seção com uma série de recursos gratuitos para auxiliar os profissionais da área no combate ao novo coronavírus.

• A empresa argentina Entelai criou uma ferramenta gratuita usando a Inteligência Artificial para auxiliar profissionais de saúde no diagnóstico de provável COVID-19 usando imagens de raio-x do tórax.

• Pesquisadores do Programa de Pós Graduação em Informática da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), em parceria com a Universidade Estadual de Maringá (UEM), criaram um sistema inteligente que torna eficaz o diagnóstico de diferentes doenças respiratórias por meio do raio-x. Clique aqui e assista o vídeo com mais informações sobre esse método. 

Sobre a RSNA

A Radiological Society of North America — editora parceira da Dot.Lib — é uma organização internacional de radiologistas, físicos médicos e profissionais de saúde que fornece recursos educacionais de alta qualidade na área de radiologia. Ela foi fundada em 1915 e sua fica localizada em Oak Brook, Illinois, nos Estados Unidos. Atualmente, conta com mais de 54 mil membro de 193 países do mundo.  

A RSNA é responsável pela publicação dos dois periódicos científicos da área: Radiology, publicado desde 1923, fornece conteúdos reconhecidos e com referência autorizadas para pesquisas recentes na área de radiologia e imagens de ponta; RadioGraphics foi lançada em 1981 e é dedicado à educação continuada em radiologia.

Além disso, organiza a maior conferência de radiologia do mundo. Este ano, o evento a 106ª Assembleia Científica e Reunião Anual, Human Insight / Visionary Medicine, será realizado do dia 29 de novembro a 5 dezembro, totalmente on-line para trazer aos participantes  o melhor em ciência, educação e os últimos avanços tecnológicos no setor. Para mais informações, clique aqui.

Dot.Lib
Dot.Lib

A Dot.Lib distribui conteúdo online científico e acadêmico a centenas de instituições espalhadas pela América Latina. Temos como parceiras algumas das principais editoras científicas nacionais e internacionais. Além de prover conteúdo, criamos soluções que atendem às necessidades de nossos clientes e editoras.

Quer conhecer o nosso conteúdo?

Podemos lhe oferecer trials (períodos de acesso de teste gratuitos) dos conteúdos de nossas editoras parceiras. Se você tem interesse em conhecer alguma de nossas publicações ou soluções de pesquisa, preencha o formulário ao lado.

Informe os dados abaixo.
Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza a Dot.Lib a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.