Dot.lib

Fonte: iStock Fonte: iStock
Pesquisa indica que os olhos podem sinalizar risco de infecção pelo novo coronavírus
  • Notícia
  • Ciências da Saúde, COVID-19
  • 07/01/2021
  • novo coronavírus, olhos

Estudo realizado no Reino Unido aponta que antes dos primeiros sinais de uma infecção pela COVID-19 começarem aparecer, os olhos podem indicar ao corpo o risco de contaminação. Isso pode ocorrer até três semanas antes de o organismo sentir os prováveis sintomas da doença como dor de cabeça, falta de ar, perda de olfato e paladar, febre  entre outros.

Entre as principais alterações oculares relatadas estão o olho seco e a dor nos olhos. De acordo com o estudo, com 83 participantes, o olho seco alcançou 23% dos participantes na chamada “pré-COVID”. Porém, essa prevalência caiu para 14% a partir do período da infecção. Já a dor nos olhos teve maior incidência durante o período de contaminação (16%).  

Ainda de acordo com a pesquisa, manter a boa lubrificação dos olhos é o primeiro passo para prevenir a COVID-19. Todas as conclusões  deste trabalho podem ser encontradas no artigo publicado recentemente no periódico BMJ Open Ophthalmology.  

Link da notícia completa, clique aqui.

Dot.Lib
Dot.Lib

A Dot.Lib distribui conteúdo online científico e acadêmico a centenas de instituições espalhadas pela América Latina. Temos como parceiras algumas das principais editoras científicas nacionais e internacionais. Além de prover conteúdo, criamos soluções que atendem às necessidades de nossos clientes e editoras.

Quer conhecer o nosso conteúdo?

Podemos lhe oferecer trials (períodos de acesso de teste gratuitos) dos conteúdos de nossas editoras parceiras. Se você tem interesse em conhecer alguma de nossas publicações ou soluções de pesquisa, preencha o formulário ao lado.

Informe os dados abaixo.
Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza a Dot.Lib a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.