Dot.lib

Fonte: iStock Fonte: iStock
Panorama das pesquisas científicas de COVID-19 na América Latina
  • Artigo
  • Dotlib, Ciências da Saúde, COVID-19
  • 12/08/2020
  • América Latina, coronavírus, pesquisas científicas

A pandemia de COVID-19 tem desafiado pesquisadores e evidenciado a importância da produção científica no mundo. As descobertas sobre a atuação do SARS-CoV-2 se tornaram elementos fundamentais para autoridades de saúde traçarem as ações de combate ao vírus. Ou seja, os protocolos de segurança e os tratamentos adequados devem ser definidos com base na comprovação científica. 

Atualmente, os estudos publicados têm abordado diversos aspectos como: a ação do vírus no organismo do ser humano, as possíveis sequelas, a gravidade da doença em diferentes faixas etárias e, principalmente, sobre os imunizantes promissores contra a doença. A busca para responder todas essas e outras questões tem mobilizado pesquisadores do mundo todo. 

Neste artigo, você vai conhecer o trabalho desenvolvido pela Organização dos Estados Ibero-americanos para Educação, a Ciência e a Cultura (OEI), que realiza o monitoramento das pesquisas científicas relacionadas à COVID-19 publicadas pelos países da América Latina. Assim como, conferir os principais destaques desse levantamento e as fontes de pesquisas que são processadas para análise dos dados compilados.

O que é a OEI?

A Organização dos Estados Ibero-americanos para Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) é um órgão internacional que tem como um dos principais objetivos contribuir para o fortalecimento e cooperação entre os países iberos-americanos através da educação, da ciência, da tecnologia e da cultura.

Os Estados-Membros da organização são: as nações da Península Ibérica  — Portugal e Espanha; os países da América Latina  — Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Chile, República Dominicana, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela; e Guiné Equatorial, na África.

O Observatório Ibero-Americano de Ciência, Tecnologia e Sociedade (OCTS - OEI) é o setor responsável pelo monitoramento, em tempo real, dos conteúdos científicos sobre a COVID-19 publicados pelas universidades e instituições científicas que atuam na Ibero-América. Nesta página, está disponível um resumo estatístico da produção científica de cada país e o acesso aos seus artigos e comunicados à imprensa.

Para o levantamento, os dados compilados são obtidos a partir de três fontes complementares:

 • PubMed é uma base de dados desenvolvida pelos Institutos Nacionais da Saúde (em inglês, National Institutes of Health - NIH), dos Estados Unidos. O acesso é livre a referências bibliográficas e resumos de artigos de pesquisa biomédicas publicados em cerca de 4.800 periódicos em mais de 70 países.

 • Um conjunto de notas jornalísticas veiculadas na mídia da região e divulgadas pelo Escritório de Ciências da UNESCO para a América Latina e Caribe.

 • Rede Federada de Repositórios Institucionais de Publicações Científicas (LA Referência) é uma rede latino-americana de repositórios de acesso aberto. Nesta plataforma, são disponibilizados artigos científicos, teses de doutorado e mestrado de mais uma centena de universidades e instituições de pesquisa da América Latina.

Principais destaques 

No levantamento do Observatório da OEI, o usuário pode explorar as informações  estatísticas de duas maneiras: uma seção apresenta um resumo gráfico a partir do processamento realizado com cada fonte de dados; e a outra, tem um navegador mais detalhado que possibilita que os dados sejam discriminados por país e instituição. Além disso, está disponível o acesso a artigos científicos e notícias em suas fontes originais.

De acordo com os conteúdos indexados em cada fonte complementar, relacionamos abaixo os principais destaques desse dados disponíveis até a presente data (12 de agosto): 

1. PubMed


                    (Fonte: Gráfico da Organização dos Estados Ibero-americanos)

 • Neste banco de dados, foram mapeados 1.771 artigos. 

 • Atualmente, o Brasil aparece como o primeiro no ranking com maior produção científica (1.002), seguido pelo México (276), Argentina (177), Colômbia (177) e o Chile (144).

 • As 5 primeiras instituições mais ativas na produção desse tipo de conteúdo são: Universidade de São Paulo (208), Fundação Oswaldo Cruz Rio de Janeiro (78), Universidade de Minas Gerais (63), Universidade Federal do Rio de Janeiro (61) e Universidade Federal de São Paulo (59).

2. Notas periódicas da UNESCO

                      (Fonte: Gráfico da Organização dos Estados Ibero-americanos)
 
• Foram divulgadas um total de 328 notas.

 •
Nesta fonte, na classificação por país, a Argentina está na liderança (48), seguida do Peru (40), México (32), Chile (26) e Uruguai (26).
 
As principais instituições com mais notas de divulgação são: Universidad Nacional de Costa Rica (8), Universidad Autonoma do México (5), Instituto Pasteur Uruguay (5), Pontifícia Universidad Catolica do Chile (4).

3. Rede Federada de Repositórios Institucionais de Publicações Científicas (LA Referência)


                           (Fonte: Gráfico da Organização dos Estados Ibero-americanos)

 
• Foram 493 artigos científicos indexados.


 • Nesta plataforma, os 5 primeiros países que se destacaram são: Argentina (198), Peru (159), Brasil (45) e Costa Rica (35) e Chile (33).

 • As principais  instituições em destaques no ranking são: Universidad Nacional de Rosario (51), Universidad Peruana de Ciencias Aplicadas, Consejo Nacional de Investigaciones Cientificas y Tecnicas (44), Universidad Nacional de la Plata (35) e Universidad Nacional de Costa Rica (34). 

Vale lembrar que as atualizações desses dados são realizadas em tempo real. Para conferir e acompanhar as informações mais recentes, clique aqui.

Plataformas com artigos sobre o SARS-CoV-2 e a doença causada pelo vírus 

 • PubCOVID é a plataforma que reúne artigos científicos sobre o SARS-CoV-2, indexados no Pubmed e EMBASE. Sua proposta é facilitar o acesso a informação mais dirigida, organizada por área temática e a sua atualização é realizada em tempo real. Os artigos médicos são classificados por temas e apresentados por data. O usuário pode ainda efetuar uma pesquisa “Multi-Temas”, selecionando no máximo três temas para o sistema efetuar a busca simultânea e apresentar os artigos que abordam todos os assuntos inseridos na busca.  

 • A Rede de Especialistas e Pesquisas sobre Coronavírus e Síndrome Respiratória Aguda Grave, desenvolvida pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), é uma plataforma que tem como proposta apresentar a rede de colaboração que existe entre pesquisadores e sua respectiva produção científica, que abordam assuntos sobre a pandemia de COVID-19.  

 • O diretório “Ciência Aberta é vida”, desenvolvido e mantido pelo IBICT, com a colaboração do escritório da UNESCO em Brasília, reúne fontes de informações científicas de acesso aberto, nacional e internacional, que disponibiliza conteúdos sobre o coronavírus em seus diferentes aspectos.

 • O repositório de preprint Emerging Research Information (EmeRI)  tem com o objetivo  prestar serviço às revistas científicas e editores na divulgação de documentos de pré-impressão — aqueles que passaram por uma revisão preliminar e foram aceitos para o processo de revisão pares, porém não foram avaliados. É possível realizar as buscas por comunidades (revistas científicas), coleções disponíveis, por títulos, palavras-chave em inglês, autores, país de publicação e editor(a) responsável pela revisão de conformidade. 

 

Dot.Lib
Dot.Lib

A Dot.Lib distribui conteúdo online científico e acadêmico a centenas de instituições espalhadas pela América Latina. Temos como parceiras algumas das principais editoras científicas nacionais e internacionais. Além de prover conteúdo, criamos soluções que atendem às necessidades de nossos clientes e editoras.

Quer conhecer o nosso conteúdo?

Podemos lhe oferecer trials (períodos de acesso de teste gratuitos) dos conteúdos de nossas editoras parceiras. Se você tem interesse em conhecer alguma de nossas publicações ou soluções de pesquisa, preencha o formulário ao lado.

Informe os dados abaixo.
Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza a Dot.Lib a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.