Dot.lib

Fonte: iStock Fonte: iStock
Covid-19: o ponto de vista do profissional de saúde na linha de frente - parte 2
  • Artigo
  • Ciências da Saúde, COVID-19
  • 04/03/2020
  • Covid-19, SARS-CoV-2

A expansão da epidemia do novo Coronavírus, causador da doença conhecida como Covid-19, ao continente europeu e latinoamericano traz cada vez mais esforços para o sequenciamento do vírus a fim de determinar sua origem, pesquisas por vacinas e protocolos rígidos para tentar combater a infecção.  

O post Covid-19: o ponto de vista do profissional de saúde na linha de frente - parte 1 trouxe 4 artigos produzidos por profissionais em contato direto com a doença, seus cenários e conclusões sobre a infecção pelo vírus SARS-CoV-2. 

Esta semana selecionamos mais 4 artigos que trazem a perspectiva dos profissionais da saúde lidando com a epidemia de Covid-19. 

O que é uma pandemia?

No explicativo artigo da JAMA são abordadas as definições de endemia, surto, epidemia e pandemia. Além dos termos utilizados para a propagação das doenças e as diferenças entre eles, podem ser encontrados exemplos. As definições podem parecer simples, mas sua aplicação em situações do mundo real em evolução é complicada. 

Elaboradas por uma médica, as breves porém, esclarecedores descrições são voltadas para a educação do paciente.

Preparação para possível transmissão sustentada de novas lições de coronavírus de 2019 de epidemias anteriores

O artigo em questão apresenta discussões sobre a severidade da infecção do vírus SARS-CoV-2 baseando-se em outras epidemias e seus dados.
Existem 2 fatores críticos para determinar o efeito de uma epidemia: são eles o potencial de transmissão e a gravidade de uma infecção. 

Nem a pandemia de 2009 do vírus da influenza A (H1N1), nem a síndrome do coronavírus da síndrome respiratória aguda grave (SARS-CoV) ou a epidemia de coronavírus da síndrome respiratória do Oriente Médio (MERS-CoV) tiveram a combinação de alta transmissibilidade e gravidade. As estratégias de controle são orientadas por essa combinação. 

A alta taxa de transmissão e gravidade são os dois aspectos que orientam as estratégias de controle.

Novo coronavírus de 2019 - informações importantes para os médicos

Embora não esteja claro quantas pessoas estão realmente infectadas, um estudo de modelagem sugere que, em 25 de janeiro de 2020, 75815 indivíduos foram infectados apenas em Wuhan.
Devido às extensas viagens entre a China e cidades como Bangkok, Hong Kong, Cingapura, Tóquio e Taipei, esses locais identificaram a maioria dos casos fora da China continental. À medida que os testes se tornam mais frequentes, o número real de casos e todo o espectro da doença se tornam mais claros. No entanto, até o momento a Covid-19 quando comparada às outras infecções por coronavírus que ocorreram nos últimos 20 anos SARS em 2002 e MERS em 2012, o novo vírus parece ter maior infectividade e menor taxa de mortalidade. 

A partir de dados de sequenciamento genético, parece que houve uma única introdução nos seres humanos, seguida pela disseminação entre seres humanos. Este novo vírus compartilha 79,5% da sequência genética com SARS-CoV e possui 96,2% de homologia com um coronavírus de morcego. 

Foi relatado que o período de incubação do vírus é de 5,2 dias, embora exista uma sugestão de que possa durar até 14 dias. Não está claro quando a transmissão começa e foram relatados casos que sugerem transmissão durante a fase assintomática, porém, o mais provável é que a maioria dos casos de transmissão seja de indivíduos sintomáticos.

Os sintomas incluem febre e tosse seca na maioria dos pacientes, com cerca de um terço sofrendo de falta de ar. Alguns pacientes apresentam outros sintomas como mialgias, dores de cabeça, dores de garganta e diarréia. A idade média dos pacientes é de 49 a 56 anos. Casos em crianças têm sido raros. Embora a maioria dos casos pareça leve, todos os pacientes internados no hospital apresentam pneumonia. Cerca de um terço dos pacientes desenvolveram síndrome do desconforto respiratório agudo e precisaram de cuidados em unidade de terapia intensiva. Isso ocorre principalmente em pacientes que possuem outras condições conjuntas como diabetes ou hipertensão.

Quando um paciente apresenta febre e sintomas respiratórios é importante obter um histórico detalhado da viagem. Se o paciente tiver um histórico de viagens à província de Hubei nos últimos 14 dias, ele deverá ser considerado um caso suspeito.

O novo coronavírus originário de Wuhan, China, desafia a governança global da saúde

Novos casos de Covid-19 não param de surgir o que apresenta grandes desafios à gestão da saúde pública. O isolamento da China na província de Hubei também gerou controvérsia sobre sua implementação e eficácia. Os casos já se espalharam para pelo menos 54 continentes. Este artigo expõe o status em janeiro com avaliações de resposta e propostas de estratégias para colocar o surto sob controle.

Conclusão

Os 4 artigos acima elucidaram questões como as definições de surto, epidemia, pandemia, endemia. Vimos projeções das novas lições sobre a epidemia atual baseadas em outras epidemias, relatório focado em atualizar a comunidade médica sobre as particularidades da nova doença e  os desafios enfrentados pela gestão da saúde pública.

Semana que vem teremos mais conteúdo científico atualizado sobre a infecção pelo Covid-19. Não perca!

Dot.Lib
Dot.Lib

A Dot.Lib distribui conteúdo online científico e acadêmico a centenas de instituições espalhadas pela América Latina. Temos como parceiras algumas das principais editoras científicas nacionais e internacionais. Além de prover conteúdo, criamos soluções que atendem às necessidades de nossos clientes e editoras.

Quer conhecer o nosso conteúdo?

Podemos lhe oferecer trials (períodos de acesso de teste gratuitos) dos conteúdos de nossas editoras parceiras. Se você tem interesse em conhecer alguma de nossas publicações ou soluções de pesquisa, preencha o formulário ao lado.

Informe os dados abaixo.
Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza a Dot.Lib a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.