Dot.lib

Créditos imagem: Ill. Niklas Elmehed. © Nobel Media. Créditos imagem: Ill. Niklas Elmehed. © Nobel Media.
Nobel de Física 2019: conheça os três pesquisadores premiados
  • Artigo
  • Ciências Exatas e da Terra
  • 10/10/2019
  • James Peebles, Michel Mayor, Didier Queloz, 51 Pegasi b, Nobel de Física 2019

Os vencedores do Prêmio Nobel de Física 2019 foram anunciados nesta terça-feira, dia 8. A honraria foi para o canadense James Peebles e os suíços Michel Mayor e Didier Queloz pelas descobertas na área da astrofísica, abordando a origem e a evolução do universo, além da descoberta do primeiro planeta fora do Sistema Solar.    

As inovações

O canadense James Peebles foi o primeiro a se utilizar de ferramentas teóricas e cálculos para interpretar como a radiação cósmica, existente até hoje, consolida a teoria do Big Bang como a hipótese mais provável para o surgimento do universo. 

Ele conseguiu calcular quanta matéria nasceu no Bing Bang e onde foi destinada. Assim, concluiu que a matéria comum, como planetas e estrelas, constitui apenas 5% do conteúdo do universo. E os 95% são de matéria escura desconhecida e energia escura.

Em 1995, os suíços Michel Mayor e Didier Queloz descobriram o primeiro planeta fora do nosso Sistema Solar orbitando uma estrela semelhante ao Sol batizado de 51 Pegasi b. Até então, a hipótese para a formação de sistemas planetários era basicamente a mesma estrutura do Sistema Solar, com planetas pequenos e rochosos mais perto da estrela e planetas grandes e gasosos mais longe. 

O 51 Pegasi b indica que na realidade nosso Sistema Solar seja a exceção da regra, já que pouquíssimos, dos mais de 4 mil exoplanetas em nossa galáxia seguem esse mesmo padrão.  Esse novo astro só precisa de 4 dias para dar a volta ao redor de sua estrela.  

Conheça um pouco sobre a história dos laureados:

James Peebles nasceu no Canadá em 1935. Astrofísico renomado e sua pesquisa em cosmologia teórica elevou a área a uma ciência de fato. Ele foi convidado ainda nos anos 70 a trabalhar nessa área, quando a cosmologia nada mais era do que uma profusão de ideias, do que seria o universo. Autor publicado na área de astronomia, seu livro “Physical Cosmology”, faz parte dos eBooks da editora JSTOR

O astrofísico canadense James Peebles. (Créditos imagem: Ill. Niklas Elmehed. © Nobel Media)

Michel Mayor é um premiado astrônomo suíço nascido em 1942, conduziu estudos que culminaram na descoberta conjunta com Didier Queloz de um planeta extra-solar através do método de velocidade radial no Observatório de Genebra.  

O astrofísico suíço Michel Mayor. (Créditos imagem: Ill. Niklas Elmehed. © Nobel Media)

O astrônomo suíço Didier Queloz, de 53 anos, leciona nas Universidades de Genebra e Cambridge. Foi durante seus estudos para PhD na Universidade de Genebra que começou a trabalhar com Michel Mayor levando à descoberta do primeiro exoplaneta.

O astrofísico suíço Didier Queloz. (Créditos imagem: Ill. Niklas Elmehed. © Nobel Media)

Assista à nomeação dos vencedores no vídeo abaixo:

Dot.Lib
Dot.Lib

A Dot.Lib distribui conteúdo online científico e acadêmico a centenas de instituições espalhadas pela América Latina. Temos como parceiras algumas das principais editoras científicas nacionais e internacionais. Além de prover conteúdo, criamos soluções que atendem às necessidades de nossos clientes e editoras.

Quer conhecer o nosso conteúdo?

Podemos lhe oferecer trials (períodos de acesso de teste gratuitos) dos conteúdos de nossas editoras parceiras. Se você tem interesse em conhecer alguma de nossas publicações ou soluções de pesquisa, preencha o formulário ao lado.

Informe os dados abaixo.
Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante a sua navegação em nossa plataforma e em serviços de terceiros parceiros. Ao navegar pelo site, você autoriza a Dot.Lib a coletar tais informações e utilizá-las para estas finalidades. Em caso de dúvidas, acesse nossa Política de Privacidade.